1924 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.6/5 (9 votes cast)

A Inventariante

A inventariante escolhe e exibe 12 objetos do cotidiano de sua avó para fazer um pedido de inventário.

Tema: ARTES

Tags: arte, avô, biografia, memória

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 7'04"'

Diretor: Patricia Francisco

Produtor: Patricia Francisco

Ano: 2010

Formato: HD

Montagem: Patricia Francisco

Fotografia: Jaqueline Restrepo

Trilha: Frederic Chopin

Prêmios:
FIVA - Festival Internacional de Vídeo Arte. Buenos Aires, 2012.

Festivais:
1) VIDEOAKT 03 - Bienal de Internacional de Vídeo Arte, Barcelona, ES (2013); 2) Festival Internacional de Videoarte en el MAC Santa Fe, Santa Fe, AR (2013) 3) Festival “Video Raymi”, Cuzco, Perú (2012); 4) Festival de Cinema de Artista - IAC CINE, Recife, BR (2012); 5) Festival Internacional de Videoarte – FIVA, Buenos Aires, AR, (2012); 6) Bienal de la Imagen en Movimiento – BIM, Buenos Aires, AR, (2012); 7) Festival CurtaCom Audiovisual, São Paulo, BR, (2012); 8) Experiments in Cinema v7.9, Albuquerque, New Mexico, USA, (2012); 9) KLEX 2011- KL Experimental Film & Vídeo Festival, Kuala Lumpur- Malasya, (2011); 10) 10th Concorto Film Festival 2011- Esplora-Esperimental Films, Pontenure/PC, Italy, (2011). 11) UNIOESTE- 7a Mostra Internacional de Curtas-Metragens, Toledo-PR, Brasil, (2011); 12) 22o Festival Internacional de Curta-Metragem de São Paulo-Curta Kinoforum, São Paulo/SP, Brasil, (2011); 13) Entretodos 4 - Festival de curtas-metragens de Direitos Humanos, São Paulo/SP, Brasil, (2011). 14) 2o Festival Tela Digital, TV Brasil, Kinoforum, São Paulo, SP, Brasil,(2011); 15) 3o Festival do Júri Poular, Rio de Janeiro/RJ, Brasil, (2011); 16) 10a Mostra do Filme Livre, Rio de Janeiro-RJ e São Paulo-SP, Brasil, (2011); 17) VIDET 2011-7th Festival Video i Art, Barcelona/Spain; 18) 7o Festival Imagem Movimento, Macapá-AM, Brasil, (2010);


Comentário do Diretor: A Inventariante, de 2010 é uma animação feita com aproximadamente 500 fotografias no qual a personagem inventaria objetos comuns de sua avó Ana. A primeira parte tem toda uma conotação etérea, como se fosse um sonho, porque o personagem é um personagem de memória. Cada objeto é mostrado num enquadramento que o pontecializa, o objeto fica enorme, preenche todo o quadro em algumas vezes. Toda essa primeira parte tem uma composição de Frederic Chopin, Balada número 2 em Fá Maior Opus 38, enquanto a personagem verifica os objetos que entrarão no inventário. Na segunda parte do filme, temos o próprio pedido de abertura do inventário, onde consta o pedido em linguagem jurídica, como e quase idêntico a um documento desse tipo. E tem uma metáfora com o Marcel Proust, com a ideia da memória involuntária que ele criou usado em sua obra "Em Busca do Tempo Perdido". Curta premiado no Festival de Vídeo Arte – FIVA 2012 em Buenos Aires.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Uma cabeça para cada cabelo

Nos arredores do Terminal Rodoviário do Guadalupe, em Curitiba(PR), há um intenso comércio de...

Eu que te benzo, Deus que te Cura

Registro das práticas terapêuticas religiosa-populares realizadas por benzedeiras de Florianópolis. A chamada medicina popular existe desde o início das civilizações,...

Fiandeiras – Som da Rua

Gercina Maria de Oliveira (1936), Maria Luiz Pereira (1930) e Conceição Lorença Leite (1936) são fiandeiras em Sagarana, no município...

Rio de Mulheres

Em um ambiente muito seco, onde a água é escassa, mulheres vivem suas vidas em meio a crianças e outras...

Phantasma do Paquetá

Não existe lugar no mundo, por mais culta que seja sua população, que não tenha uma história sobrenatural para contar....

Café Passado Agora

Do êxito ao êxodo, caminhos da cafeicultura na região norte do Paraná. Curta documentário gravado em 2008 em distritos da...