2234 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.8/5 (6 votes cast)

Beijo na Boca Maldita

Muito popular em Curitiba dos anos 1970, GILDA marcou época. Tipo folclórico de rua, dizia-se travesti. Quem não quisesse levar um beijo seu apressava-se em lhe dar um trocado. Todos fugiam dos seus gracejos na Boca Maldita.

Tema: COMPORTAMENTO

Tags: cidade, comportamento, inclusão, inclusión

Programa Relacionado: Atitudes

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 16'

Diretor: Yanko Del Pino

Produtor: Geni Cruz

Ano: 2008

Formato: HD

Montagem: Piu Gomes

Som Direto: Roberto Carlos de Oliveira

Trilha: Celso Piratta

Festivais:
RECINE 2008 (melhor curta-metragem)
É Tudo Verdade 2008
ATLANTIDOC 2008 Festival Internacional de Cine Documental de Uruguay
Festival MixBrasil 2008
CINEMAISSÍ 2008 Finlandia
Miradas-Doc Espanha 2008

Filmografia do Diretor:
Deu no Jornal, curta animação 35mm (3 minutos)
Retratos e Borboleta, curta animação 35mm (10 minutos)
A TV que Virou Estrela, longa ficção 35mm (70 minutos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

  1. Ana Garcia disse:

    Adore este cortometraje, lo vi en Atlantida y no he dejado de verlo de tiempo en tiempo, cada vez descubro algo nuevo. Me conmovio Gilda.

CURTAS RELACIONADOS

Casting

Alicia e Omar se conheceram no trabalho, Marta e Osvaldo, em um baile,  Martín foi morar na casa de Laura...

Dois cafés

Depois de 60 anos juntos, o amor ainda mantém Argelia e Lazaro, feitos um para o outro. Já são mais...

A Corda em Si

Fernanda Rosa canta desde pequena. Mateus Costa é contrabaixista desde os 18 anos. Os dois formam o grupo "A Corda...

Mãos de Outubro

Outubro de festa. Romeiros, operários, escultores, estilistas, decoradores, guardas da Santa, fogueteiros, promesseiros, tocadores de sinos. Todas as classes, todas...

O Novo nas Ruas

Toda geração tem direito a seu maio de 1968... Inesperados, maiores que suas causas, colocam a política em cheque a...

Em cima da cidade, embaixo da montanha

Como interagir hoje com a montanha? Não é cômoda de se viver, o tecido sócio-econômico é fraco e a cidade...