1912 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 3.0/5 (1 vote cast)

Vulgo necessidade

Relatos sobre a maior enchente de todos os tempos na comunidade Vila Nova Pirajussara, Campo Limpo, zona sul de São Paulo. Os moradores perderam suas casas, objetos pessoais e familiares, incluindo uma criança de dois anos. Gravado um dia antes dos acontecimentos mais trágicos, o documentário relata desde os atos heroicos dos moradores para salvar diversas crianças até os resultados da enchente e a falta de soluções do governo estadual e da subprefeitura do Campo Limpo. O filme foi produzido com o auxilio de amigos e do Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias. 

Tema: COTIDIANO

Tags: enchete, São Paulo

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 17'

Diretor: Marlon Barreto

Produtor: Marlon Barreto

Ano: 2013

Formato: HD

Montagem: Marlon Barreto

Som Direto: Marlon Barreto

Fotografia: Marlon Barreto


Comentário do Diretor: O filme é muito tocante, emociona-me até hoje e felizmente é um filme que não se cansa de ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Café Passado Agora

Do êxito ao êxodo, caminhos da cafeicultura na região norte do Paraná. Curta documentário gravado em 2008 em distritos da...

Oráculo das Águas

Oráculo das Águas foi feito como uma forma de investigação da situação dos moradores que enfrentam a rotina de enchentes...

¿Onde Está América Latina? Percal

A visita de Rodrigo Rato, presidente do Fundo Monetário Internacional (FMI), a Buenos Aires recrudesce o sentimento de anti-neocolonialismo na...

Fruto da Terra

Marcos Tiarajú foi o primeiro bebê nascido na Fazenda Annoni, em 1985. Os pais fizeram parte das 1500 famílias na...

Estudo para o vento

É fim de tarde quando o vento...

(Español) Saúde Camponesa

Os médicos do Movimento Camponês do Norte de Córdoba (APENOC, Argentina) começam a trabalhar em conjunto com as tradições orais...