2202 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (2 votes cast)

Sem perder a ternura

Dionata nasceu em um acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, na zona rural de Abelardo Luz, oeste de SC. Ele e seus irmãos estudaram desde criança em escolas com a pedagogia do MST. Hoje, Dionata é aluno do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal da Fronteira Sul. Sua história e de sua família revela que a luta do movimento vai além da luta pela terra e que sua trajetória é um exemplo de conquista.

Tema: DIREITOS HUMANOS

Tags: educação, educación, especial_educação, especial_meioambiente, mst, pedagogia, UFFS

Continuação: Parte 1 - Parte 2

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 26'37"

Diretor: Marcia Paraiso e Ralf Tambke

Produtor: Marcia Paraiso

Ano: 2013

Formato: HD

Montagem: Glauco Broering

Som Direto: Ju Baratieri

Fotografia: Ralf Tambke

Trilha: Luiz Gayotto

Prêmios:
FAM 2013 - Prêmio Curta Doc Cinecipó - Menção Honrosa

Festivais:
FAM 2013 Cinecipó

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Oferenda

7 velas brancas, 7 velas azuis, champagne, 7 rosas brancas, 7 fitas azuis ( 1 metro cada uma) 7 fitas...

La Fogata

Todas as vésperas de natal em Jacinto Vera, os vizinhos levantam um grande fogareiro: alguns acompanham, outros aportam sofás velhos,...

Lua Nova do Penar

A família de Hiram de Lima Pereira tinha na música e na poesia um elemento central e unificador. Jornalista, ator...

PASSEIO videoarte.DOC

PASSEIO é um vídeo que faz uso da estética pop do videoclip irônico sobre a acessibilidade arquitetônica nas ruas de...

…vida de…lixo de…

Mulher cata a sobrevivência da família pelas ruas, recicla as esperanças e troca pelos...

Namoro hoje, ontem e amanhã

A partir dos anos 1960, houve aceleração relevante das mudanças sociais: surgimento da pílula anticoncepcional, crescente presença das mulheres nas...