565 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 0.0/5 (0 votes cast)

Tremembé, meu amor

É um documentário lírico sobre o bairro do Tremembé, São Paulo, coração da Serra da Cantareira, maior floresta urbana do mundo, patrimônio tombado pela UNESCO.

Tema: MEIO AMBIENTE

Tags: bairros, diversidade cultural, Meio Ambiente, natureza, São Paulo, Tremembé

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 26'25"

Diretor: Humberto Borges

Produtor: Anahi Borges

Ano: 2013

Formato: HD

Montagem: Victor Reis

Fotografia: Lucas Kakuda

Trilha: Fabio Matu e Vico Piovani


Comentário do Diretor: Falar do Tremembé é olhar ao redor e reconhecer a existência de uma mitologia pessoal e coletiva a ser partilhada. É na condição de cineasta e morador do bairro há 30 anos que entrevejo neste documentário a possibilidade de criar uma rede de ligações dentro da minha própria comunidade: resgatando memórias, costurando idéias, legitimando os moradores meus vizinhos no ato de contar-se e reinventar-se. O morador do Tremembé poderia ser personagem de certos poemas de Carlos Drummond de Andrade: arquetipicamente interiorano e em harmonia com a abundante natureza que o rodeia, representada pela Reserva da Cantareira e seu entorno. Essa sacralidade popular, aliada ao conceito dialético de modernização e perda das expressões arcaicas, é o que orientou a seleção dos objetos (materiais e imateriais) e das pessoas que estão sendo abordadas no documentário. A história do bairro, para mim, é o grande embate da civilização: o choque entre o antigo e o moderno, o rural e o urbano, o homem ocupando seu espaço na natureza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Maracatucá

Retrata histórico do ritmo do Maracatu cearense dentre o movimento, a resistência e a...

Tempo Roubado

Uma história comovente sobre a força de mulheres Aimaras, que perderam seus afetos durante a guerra do gás na Bolívia,...

Pedro – Ofício Tipógrafo

Pedro é um dos poucos tipógrafos que resistiram na cidade de Jacareí, interior de São Paulo, ele conta um pouco...

Dhaulagiri 1954: Argentinos en Himalaya

El 27 de enero de 1954, los integrantes de la Primera Expedición Argentina a Himalaya, que intentarían hacer cumbre en...

Manual de sobrevivência no Peru

Dois amigos relatam e expõe suas impressões e experiências em "mochilão" realizado no...

As Artes que Vêm do Mar

Niterói é uma cidade abastada de talentos de artes plásticas. E do mar vem muito da inspiração. Impulsionada por um...