3022 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (2 votes cast)

Absorção

Comungar com o ato de criar, por meio do mais instintivo dos gestos: o moldar a areia-lama, formando um corpo sagrado, corpo-esforço, corpo interno e externo. Este é um registro artístico da ação de modelar símbolos associados às entidades umbandistas de areia e cobri-las de botões coloridos. A obra dialoga entre o ato de seguir regras estéticas e simbólicas da religião e do criar artístico. Sobrepõe a capacidade da arte de gerar transcendências subjetivas e examina o ‘transe artístico’, em que a obra absorve o artista, que se dissolve dentro de sua própria criação.

Tema: ARTES

Tags: criatividade, praia_grande, santos, umbanda

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 5'

Diretor: Roderick Steel

Produtor: Roderick Steel

Ano: 2008

Montagem: Roderick Steel

Fotografia: Roderick Steel

Filmografia do Diretor:
. Água!... fogo, serei (3min)
DOCTV. Exposição permanente (Acervo) do Site. (2007)
. Meninos para Sempre (3min)
Festival-Dispositivo. São Paulo, Paço das Artes. (2007)
. Água de Peji (3'30")
5ª Bienal Ventosul. Curitiba (2009)
Museu de Arte de Cascavel (2009)
Centro Dragão do Mar Arte & Cultura (Fortaleza) (2009)
Museu de Arte de Londrina (2009)
. Nem Dia. Nem Noite (Neither Day. Nor Night) . (9'30") Experimental (Documentário em Animação 3D).
30th NAFA International Festival of Ethnographic Film, Dinamarca. (2010)
6º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, João Pessoa. (2010)
2º Festival de Filme Etnográfico do Recife (Mostra Paralela). (2010)
10º Festival Chico/Dimas, Bahia (2011.
1º Salão de arte Contemporânea de Londrina (2011),
Mostra Transe em Cinema (2012)
. 6 pistas Video em mídias móveis (2'50").
Grande Prêmio Vivo Arte. Mov. Melhor Vídeo do Brasil (exibição itinerante - 5 cidades.) (2010)
Hong Kong Mobile Film Festival. (2011)
Galeria Caza Arte Contemporânea, Rio de Janeiro. (2011)
Seoul International Short Film and Film festival, Coreia do Sul. (2011)
Festival Internacional de Cine de Cali, Colômbia. (2011)
. Primeiras Fotografias (First Photographs) (5min)
World Photography Organization, Carousel Slide Screening. Londres (2011)
. Transitando (1min)
Vídeo Guerrilha II, São Paulo. (2011)
. Até Onde Vamos? / How Far Do We Go? (2'50")
17º Videobrasil/Festival Internacional de Arte Contemporânea: Panoramas do Sul. São Paulo (2011)
. Transfiguração: Um Tríptico Telemático / Transfiguration: A Telematic Triptych (3'e 7')
11º Mostra do Filme Livre. CCBB, Rio de janeiro. (2012)


Comentário do Diretor: Salve!
Retorno a aproximação sem mediação, necessidade de voltar a comungar com os sentidos: atravessar o fluxo dos grãos de areia.

Odô Iyá Iemanjá!

O espelhado infínito contido dentro um grão de absorção, de um pixel de concentração. O refratado, retratado numa camada do visível do inconsciente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Dia de Feira

Quase três horas da tarde. Centro da cidade. Algumas pessoas já aguardam na frente do portão de entrada. As bancas...

Through Their Eyes

O filme conta a história de duas bailarinas, ambas cegas. Uma está sendo treinada para se tornar bailarina profissional enquanto...

Mbyá Reko Pyguá, a luz das palavras

A sensibilidade do povo Guarani em educar as crianças permanece viva apesar das influências da sociedade contemporânea. Mas os caminhos...

Morre Congo, Fica Congo

Até os anos 1970 o Jongo Rural de Angra dos Reis mantinha a comunhão dos seus praticantes nos encontros de...

Lili faz aniversário

Lili vive em San Telmo com sua gata, Delfina, a Belle de Jour, e se prepara para festejar seu aniversário...

Tempestade!

Um curta-metragem inquietante que mescla realidade e ficção. Um paralelo entre o documentário sobre Francisco de Souza, deficiente visual, e...