4200 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (3 votes cast)

F de Faca

Ferreira Gullar abre la puerta de su apartamiento donde mora en Copacabana. El poeta revela recuerdo, comparte reflexiones y invita para una incursión en la galeria de arte particular que cubre las paredes de su morada-despacho. Interrupciones denuncian la rutina de hombre exigido y suman, a el documental, ocasiones tan fugaces cuanto cómicas.

Tema: ARTES

Tags: ferreira_gullar, poema_sujo, poesia

Programa Relacionado: Poetas em cenaPoetas en escena

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 21'32"

Diretor: Adriana Meyge e Maurício Tussi

Produtor: Adriana Meyge e Maurício Tussi

Ano: 2011

Formato: HD

Montagem: Adriana Meyge e Maurício Tussi

Fotografia: Maurício Tussi

Festivais:
Mostra do Filme Livre,FAM,Cinesul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. VBEPepCLwtSlV disse:

    Yo, good lkioon out! Gonna make it work now.

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

Saúde mental, a arte de humanizar

O documentário conta a experiência transformadora que enriqueceu as práticas terapêuticas: as oficinas artístico-criativas do Hospital Neuropsiquiátrico, na cidade de...

Culturas do Centro

O dia-a-dia dos frequentadores do Centro Cultural São Paulo e daqueles que trabalham lá. Suas opiniões sobre o que é...

Um Grito

Ex-usuários do sistema manicomial descrevem atividades alternativas de convivência, através do trabalho e da arte. O documentário propõe a leitura...

Murais pela Identidade: Jorge Cuello

Em 2011, o artista Jorge Cuello fez uma intervenção numa das paredes da estação rodoviária na cidade serrana de Villa...

Inabilismo

Em 1995, um grupo de estudantes de arte criou o inabilismo. Hoje, mesmo longe das galerias, o inventor...

Inspiração

Em meio a uma família convencional, um jovem e um pássaro. Dois seres vivos convivem com sentimentos encontrados. Manuel acredita...