5359 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (2 votes cast)

J. Borges

A arte do poeta cordelista e gravador J.BORGES apresentada no viés do imaginário.

Tema: ARTES

Tags: alfabetização, poesia_de_cordel, xilogravura

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 07'

Diretor: Laurita Caldas

Produtor: Laurita Caldas, Elisa Cabral, Olho-Poema Produções

Ano: 2003

Montagem: Elisa Cabral e Laurita Caldas

Som Direto: Laurita Caldas

Fotografia: Laurita Caldas

Trilha: Chico Correa

Prêmios:
PremioMelhorVídeoParaibanoIXFENARTnov2003João PessoaPB,PremioMelhor VídeoDocumentário8Florianópolis AudiovisualMercosul,http://www.panvision.com.br maio/jun,Florianópolis,SC.

Filmografia do Diretor:
Pesquisadora do audiovisual
Mestre em Letras na UFPB


Comentário do Diretor: Para a Produção do vídeo
Fui em dois momentos no atelier de J.BORGES A primeira vez com a camera na mão acompanhei uma turma de alunos de João Pessoa e na segunda vez pude estabelecer uma relação intimista com o José Francisco Borges - o J.BORGES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

O olhar de Bruno Giorgi

Relatos simples e não cronológico da vida e produção de Bruno Giorgi, escultor de Mococa com obras espalhadas pelo Brasil...

Mangueira por ela mesma

A comunidade Mangueirense vista pelo seu próprio...

Sampa Graffiti | Cavera

Neste curta, o registro do processo de realização de dois trabalhos do grafiteiro...

S3TART – HUDSON MELO 4 |∞

Transferir do muro pra tela a verdade e força que o artista urbano brasileiro tem, com um olhar humano contado...

Cruz e Sousa, a volta de um desterrado

Os restos mortais do poeta Cruz e Sousa voltam a Florianópolis, antiga Desterro, por requisição do governo do estado e...

Sua Terra… Minha Vida!

A vida dura de trabalho na roça da família Spavier, uma família de colonos que vive da colheita do café...