2027 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (5 votes cast)

Memória Urbana

Gildádio Leite procura por Gláuber Rocha na cidade onde ele nasceu.

Tema: ARTES

Tags: glauber_rocha, memória, vitória_da_conquista

Programa Relacionado: Cine Memória

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 3'

Diretor: George Neri

Produtor: George Neri

Ano: 2010

Formato: HD

Montagem: George Neri

Som Direto: George Neri

Fotografia: George Neri

Trilha: Saulo Boavista

Filmografia do Diretor:
Ilusão, 2003
Percepção, 2004
A flor e a terra, 2005
Inclusão digital, 2005
Virussímel, 2005
Sobre antros e fagias, 2006
Ass, 2006
Pituba r1, 2006
Banca de Revista, 2006
O importante não é o dedo, é a lua, 2006
Parabéns, 2006
Vício é paixão, 2006
Ensaboa, 2009
Coletivo Peteca, 2009
Memória urbana, 2010
Tragédia do Tamanduá, 2010
Faço paisagens com o que sinto, 2011
É o carro de biscoito passando em sua rua, 2011
Magarefe, 2011


Comentário do Diretor: "dediquei 20 anos da minha vida ao cinema brasileiro e me encontro marginalizado" glauber rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

O olhar de Zezita

Documentário sobre a vida e obra da atriz paraibana Zezita Matos sob uma visão intimista e sensível. A infância em...

Mãos que tocam a vida

Os italianos são reconhecidos no mundo pelas mãos que gesticulam fervorosamente. Além desse lugar-comum, porém, há mãos suaves e precisas,...

Almir Mavignier: Recortes de Memória

Documentário sobre o artista plástico Almir Mavignier e o início do Ateliê de Pintura do Hospital Psiquiátrico do Engenho de...

Profissional da Noite

O documentário apresenta a história de um homem, que anos depois de ser abandonado por sua mãe na casa de...

Cabine Mágica

A rotina de dois projecionistas dentro de uma cabine de projeção cinematográfica. Uma cabine repleta de emoção e solidão, esquecida...

Manoel com “O”

Imigrante paraibano começou a trabalhar com oito anos, tocou gaita, acordeom, reco-reco, fazia pequenos shows na Paraíba. Devido a crise...