3140 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (2 votes cast)

O olhar de Zezita

Documentário sobre a vida e obra da atriz paraibana Zezita Matos sob uma visão intimista e sensível. A infância em Pilar, a descoberta do próprio nome, os anos cruéis da ditadura militar, o amor pelo teatro e fascínio pelo cinema, o lado educadora, mulher, mãe e cidadã. O olhar de Zezita é um relato sobre o talento e determinação de uma mulher que a mais de 50 anos atua nos palcos e em dezenas de filmes brasileiros. A menina que adorava assistir filmes no mercado público da pequena cidade de Pilar, hoje é considerada a dama do teatro paraibano.

Tema: ARTES

Tags: paraíba, teatro, zezita_matos, zezitamatos

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 20'3"

Diretor: Mercicleide Ramos

Produtor: Kátia Dumont

Ano: 2011

Formato: HD

Montagem: Davi Abraão e Mercicleide Ramos

Som Direto: David Ricardo

Fotografia: Lúcio César

Trilha: Bruno Alves

Festivais:
Fest Aruanda,Festival Imagem Movimento, I Mostra de Jornalismo da Faculdade Mauricio de Nassau

Filmografia do Diretor:
Trabalhos como diretora
Dois e Trinta; (documentário – 2009)
O olhar de Zezita; (documentário – 2011)
O Senhor dos Parques;(documentário – 2011)

Trabalhos audiovisuais como produtora
O olhar e a luz; (documentário - 2010)
Também Sei Fazer Cinema; (documentário – 2009)
O Verdadeiro Artesão; (documentário – 2008)
Não Vai Pelo Ralo; (serie de reportagens – 2008)
O Ponto; (experimental – 2007)
O Saco de Histórias; (documentário – 2007)
Dois Mundos; (ficção – 2006)
Hipertensão; (experimental – 2006)



Comentário do Diretor: Comecei a planejar o documentário em 2010 e só em outubro de 2011 ele ficou pronto. Na equipe contei com 14 profissionais da área de comunicação. Esse foi o primeiro documentário da Paraíba realizado exclusivamente com recursos privados. O vídeo conta a trajetória de vida da atriz paraibana Zezita Matos, ela atua há mais de 50 anos nos palcos paraibanos e já participou de dezenas de filmes brasileiros, entre eles, Céu de Suely, Cinema Aspirinas e Urubus, Mãe e Filha e tantos outros. Zezita Matos é considerada a dama do teatro paraibano e tem em sua história momentos belos, a exemplo da descoberta do próprio nome quando estudava em uma escola de freira na cidade de Campina Grande. Também fez parte do partido comunista e acabou sendo perseguida durante a ditadura militar. Enfim, é um documentário que revela a força da mulher brasileira, em especial a nordestina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Dogão

Oliveira tinha uma barraquinha de lanches no meio do centro econômico da cidade de São Paulo. Ali ficam claros os...

Luiz Apple – A Vida de um Campeão

Luiz Apple – A Vida de Um Campeão faz parte do Programa Comunidade Educativa, com o projeto Resgate e Valorização...

Quando a chuva vem

Quando a chuva vem parte de uma apropriação do modo de trabalhar de Ulisses Pereira. Na “limpeza” das...

Urbanographia Digitalizada de Baixa Resolução

Na sociedade globalizada do século XXI, uma nova arte de rua invade os espaços urbanos. Com o lambe-lambe, o stencil...

Interventores

Um pintor e quatro grafiteiros refletem sobre o papel do grafite no espaço urbano, tecendo um panorama das diversas abordagens...

Olympias

As Olympias de Fernando Codeço são as travestis da Avenida Augusto Severo no bairro da Glória, Rio de...