6497 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.7/5 (3 votes cast)

O Som que vem de Paciência

O luthier Joaquim Pinheiro é especialista em instrumentos de época, como alaúdes, violas da gamba, violinos barrocos e relíquias renascentistas e medievais. Depoimentos de músicos, como Turíbio Santos e Wagner Campos, ajudam a compor a narrativa do documentário sobre o luthier.

Tema: ARTES

Tags: alaúde, instrumento, instrumiento, joaquim_pinheiro, laúd, luthier, mujer, mulher, música

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 20'

Diretor: Taciana Oliveira

Produtor: Rita Marize e Anny Fernandes

Ano: 2011

Formato: HD

Montagem: Taciana Oliveira e Marcelo Lira

Som Direto: Anny Fernandes

Fotografia: Marcello Bessan

Trilha: Wagner Campos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Eduardo Klein disse:

    Meu querido amigo Joaquim Pinheiro, quem fez minha primeira viola da gamba. me chamava carinhosamente de “monstro”, por que me lembrava de fatos da escola. Muita saudade!

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

documentário

Ensaio em que parto do fazer cinematográfico irreverente e independente de Sganzerla para pensar meu próprio cinema. Filmado em Joaçaba,...

O tom da cor do som

Seria possível designar uma cor para o som de um instrumento? Inspirado no filme Ensaio de Orquestra (1978), do cineasta...

Careca – Som da Rua

Careca vive em um musseque na periferia de Luanda. É respeitado como cantor e percussionista tradicional, animando sua comunidade tanto...

Coletivo

Movimento cultural de Niterói discute arte, atualidade, coletividade e outras coisas nas ruas da cidade, durante uma grande ação de...

Boi de Máscaras

O documentário “Boi de Máscaras”, retrata a manifestação folclórica, espécie de “boi-bumbá”, que ocorre em São Caetano de Odivelas, município...

Selarón, A Grande Loucura

O artista plástico chileno Jorge Selarón, radicado no Brasil há mais de 20 anos, fala da sua paixão pelo Rio...