2163 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)

É dia de jogo do Rubro-Anil carioca

No acanhado estádio da rua Teixeira de Castro, no subúrbio do Rio de Janeiro, a pequena e apaixonada torcida do Bonsucesso Futebol Clube chega para mais um jogo da divisão de acesso do futebol carioca. Torcedores e jogadores unidos na fé e preces no modesto vestiário e nos gritos empolgados. Curta selecionado para o Festival de Cinema de Futebol (Cinefoot 2013) - mostra "100 anos de paixão". Segundo lugar na mostra "100 anos de paixão" (exibido em maio de 2013 no Espaço Itaú de Cinema, RJ).

Tema: COMPORTAMENTO

Tags: bonsucesso futebol clube, futebol, paixão, subúrbio, torcida

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 02'39"

Diretor: Wagner de Oliveira

Produtor: Caio Oliveira

Ano: 2013

Formato: MINIDV

Montagem: Marina Bittencourt

Som Direto: Wagner de Oliveira

Fotografia: Wagner de Oliveira

Prêmios:
Segundo lugar na mostra "100 anos de paixão" (exibido em maio de 2013 no Espaço Itaú de Cinema, RJ).

Festivais:
Festival de Cinema de Futebol (Cinefoot 2013) - mostra "100 anos de paixão".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

As Cores do Lixo

Um dia em um pequeno galpão de reciclagem. Todos os restos e as sobras. Aquilo que ninguém...

Bangu Território em Transição

Bangu Território em Transição é um documentário curta-metragem com duração de 15 minutos, este filme provoca uma reflexão sobre o...

Especiais

A vida dos especiais, seus triunfos e suas...

Litania da Velha

Último passeio de uma senhora mendiga mostra também o abandona da...

Grajaú na Construção da Paz

Pobreza, tiroteio e preconceito. Quando se fala em periferia, geralmente essas são as imagens que vem à mente. No Grajaú,...

Artesãos da Morte

O que a morte significa para aqueles que, em seu cotidiano, são confrontados com o manuseio de cadáveres? Nós estamos...