12367 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.6/5 (8 votes cast)

Se todos fossem iguais

Enfoca o cotidiano de seis crianças na faixa etária de 7 a 12 anos, de diferentes classes sociais. Com falas espontâneas e surpreendentes, elas revelam seus sonhos, dizem como se enxergam o mundo a sua volta e o que esperam dele.

Tema: COMPORTAMENTO

Tags: criança, desigualdad, desigualdade, especial_educação, futuro, igualdad, igualdade, niño

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 18'42"

Diretor: Fernando Barcellos e Joyce Santos

Produtor: Aline Ribeiro, Hanna Cabral, Fernando Barcellos, Joyce Santos, Julia Pedro, Marcele Sampaio, Raquel Carolina e Raphael Janeiro

Ano: 2008

Formato: HD

Montagem: Fernando Barcellos e Joyce Santos

Som Direto: Cacaio Macedo

Fotografia: Ben Hur Machado

Festivais:
4o. Cineport,5o. Brésil en Mouvements,2o. Cameramundo,3o. Cinecufa,17o. Gramado Cinevídeo,36a. Jornada de Cinema Internacional da Bahia,3a. Mostralingua,9a. Mostra do Filme Livre,5o. Festival Latino Americano de São Paulo

Filmografia do Diretor:
Primeiro filme de ambos os diretores.


Comentário do Diretor: A motivação do filme é que seja possível olhar a criança como um ser participativo e opinativo e não apenas como receptor e, em alguma medida, estimular a reflexão sobre até que ponto o "adulto" pode resgatar em si a criança que já foi, com sonhos, ilusões e esperança de um mundo melhor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Fernanda Antunes disse:

    Igualmente em condições, com certeza essa seria uma boa forma de equilibrar, assim minando o discriminação sócio econômico, colocaria os indivíduos em situação de igualdade, diminuindo assim o preconceito racial também, tendo em vista que isso é parte desse desiquilíbrio social.

    Rating: 5.00/5. From 1 vote.
    Please wait...
  2. Wellington Carvalho da Silva EDF disse:

    Igualmente em condições, essa seria uma melhor forma para que o mundo fosse melhor, para que não tivesse arrogância entre classe social, não ia ter um desmerecendo o outro pelo fato do poder financeiro.

    No votes yet.
    Please wait...
  3. Raimunda disse:

    Amei o vídeo. Estarei utilizando-o numa dinâmica com país é professores de crianças com deficiência

    No votes yet.
    Please wait...
  4. Rosana César disse:

    Muito bom ver o quanto as crianças estão, antenadas com o mundo que vivem.

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

Qual a sua Estação?

Retrata, através de depoimentos e críticas, o cotidiano dos usuários de ônibus. Aborda assuntos como o individualismo, o isolamento das...

Nova Orleans – Som da rua

Elita Harvey estuda numa escola primária em Nova Orleans. Durante o recreio, ela e suas amigas apresentam pequenos shows musicais...

À Margem do Rio

Um singelo retrato da vida de moradores da comunidade do Morro do Sabão situada às margens do rio Pinheiros, São...

Bésóroró – A TV e os Karajá

Estamos vivendo na era da informação. O bum da comunicação. As mutações culturais advindas pela tecnologia mudaram a maneira das...

Salva Dor

Em uma conversa cercada por dúvidas e nostalgias, um viúvo afogado na saudade acorda seu coração com perguntas sem respostas. Salvador...

Cidade Dual

A segregação espacial entre ricos e pobres por quem vive à margem da...