11803 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.6/5 (8 votes cast)

Se todos fossem iguais

Enfoca o cotidiano de seis crianças na faixa etária de 7 a 12 anos, de diferentes classes sociais. Com falas espontâneas e surpreendentes, elas revelam seus sonhos, dizem como se enxergam o mundo a sua volta e o que esperam dele.

Tema: COMPORTAMENTO

Tags: criança, desigualdad, desigualdade, especial_educação, futuro, igualdad, igualdade, niño

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 18'42"

Diretor: Fernando Barcellos e Joyce Santos

Produtor: Aline Ribeiro, Hanna Cabral, Fernando Barcellos, Joyce Santos, Julia Pedro, Marcele Sampaio, Raquel Carolina e Raphael Janeiro

Ano: 2008

Formato: HD

Montagem: Fernando Barcellos e Joyce Santos

Som Direto: Cacaio Macedo

Fotografia: Ben Hur Machado

Festivais:
4o. Cineport,5o. Brésil en Mouvements,2o. Cameramundo,3o. Cinecufa,17o. Gramado Cinevídeo,36a. Jornada de Cinema Internacional da Bahia,3a. Mostralingua,9a. Mostra do Filme Livre,5o. Festival Latino Americano de São Paulo

Filmografia do Diretor:
Primeiro filme de ambos os diretores.


Comentário do Diretor: A motivação do filme é que seja possível olhar a criança como um ser participativo e opinativo e não apenas como receptor e, em alguma medida, estimular a reflexão sobre até que ponto o "adulto" pode resgatar em si a criança que já foi, com sonhos, ilusões e esperança de um mundo melhor.

Deixe um comentário para Rosana César Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Fernanda Antunes disse:

    Igualmente em condições, com certeza essa seria uma boa forma de equilibrar, assim minando o discriminação sócio econômico, colocaria os indivíduos em situação de igualdade, diminuindo assim o preconceito racial também, tendo em vista que isso é parte desse desiquilíbrio social.

    Rating: 5.00/5. From 1 vote.
    Please wait...
  2. Wellington Carvalho da Silva EDF disse:

    Igualmente em condições, essa seria uma melhor forma para que o mundo fosse melhor, para que não tivesse arrogância entre classe social, não ia ter um desmerecendo o outro pelo fato do poder financeiro.

    No votes yet.
    Please wait...
  3. Raimunda disse:

    Amei o vídeo. Estarei utilizando-o numa dinâmica com país é professores de crianças com deficiência

    No votes yet.
    Please wait...
  4. Rosana César disse:

    Muito bom ver o quanto as crianças estão, antenadas com o mundo que vivem.

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

Tempestade!

Um curta-metragem inquietante que mescla realidade e ficção. Um paralelo entre o documentário sobre Francisco de Souza, deficiente visual, e...

Quando eu vestia meu terno de couro

Um resgate da figura do vaqueiro do Cariri Paraibano com depoimentos dos antigos vaqueiros da região. A vivência de suas...

Canção Amiga

Resulta da oficina Tecendo Vídeos, com crianças e jovens, em 2011. Aborda as ações socioculturais que beneficiam a infância contra...

Cidade Dual

A segregação espacial entre ricos e pobres por quem vive à margem da...

Saber, viver, lutar

Três mulheres, três comunidades rurais do Maranhão. Realidades distintas e algo em comum: o trabalho de ensinar adultos a ler...

A pandorga e o peixe

O vento é terral. O pescador joga a linha e ela não passa da arrebentação. Mas é preciso levar o...