690188 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.1/5 (12 votes cast)

Poliamor

Numa sociedade onde predominam valores afetivos monogâmicos, algumas pessoas optam por um arranjo de relacionamento que está se tornando conhecido como Poliamor.

Tema: COMPORTAMENTO

Tags: afecto, afetividade, amor, monogamia, poliamor, relación, relacionamento

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 14'26"

Diretor: José Agripino

Produtor: Letícia Borazanian

Ano: 2010

Formato: HD

Montagem: Fábio Aguiar

Som Direto: Ruy Fialho

Fotografia: Julio Brunet

Trilha: Gui Ferrari

Prêmios:
Prêmio Mário Carneiro de curta-metragem no V Curta Atibaia.

Festivais:
1- Festival Brasileiro de Cinema Universitário- mostra informativa ,2- Curta Kinoforum Festival Internacional de curta- metragem de São Paulo – Agosto de 2010 – SP,3- Curta- Se Festival Iberoamericano de cinema de Sergipe – Setembro 2010 – SE,4- Curta Taquary- Setembro 2010 – PE,5- II Festival do Filme Etnográfico de Recife- Outubro de 2010 – PE,6- Mostra FestCine Noite Contemporânea – Outubro 2010 – RJ,7- V Curta Atibaia- VENCEDOR prêmio Mário Carneiro de Curta-metragem - Outubro 2010 – SP,8- 18º Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexual- Novembro 2010 – SP,9- 7º Cinefest Votorantim – Novembro 2010 – SP,10- V Mostra Curta Audiovisual Campinas – Novembro 2010 – SP,11- VALE CURTAS - Festival Nacional de Curtas-Metragens do Vale do São Francisco – Novembro 2010 – BA,12- Cine Fest Inconfidentes – Novembro 2010 - MG,13- Cine Mube – Vitrine independente – Novembro de 2010 – SP,14 - Sercine - Festival de cinema universitário de Sergipe - Abril 2011 - SE

Filmografia do Diretor:
Primeiro filme.


Comentário do Diretor: Poliamor é um filme muito especial pra mim por dois motivos: ele é meu primeiro filme e por ser uma obra que se propõe falar de amor sem preconceitos.
Acredito que o Poliamor seja uma forma muito especial de relacionamento por propor uma abertura para a possibilidade de amar e de se relacionar afetivamente independente dos arranjos monogâmicos comuns de nossa sociedade. E por isso acreditei que esse assunto merecia um filme.
No fim acredito que fiz um filme simples que traz idéias muito interessantes para se prensar os relacionamentos afetivos. Não somente os relacionamentos poliamorosos, mas todos os outros modelos de relacionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Roberta disse:

    Lol, é extremamente difícil abrir a mente pra isso, maaasss faz parte da vida, né ?!

  2. Felipe disse:

    Excelente a produção e as entrevistas! Vcs estão de parabéns! Me sinto muito melhor em saber que não estou sozinho e que tem muitas pessoas que pensam e vivem como eu!
    Se vcs precisarem de alguma ajuda na tradução pra algum festival ou mostra (inglês ou español), podem contar comigo! Abraço!

  3. LztPwBurZxGKeQm disse:

    I thohugt finding this would be so arduous but it’s a breeze!

CURTAS RELACIONADOS

Se Pá…

Se pá... mostra pequenos capítulos, do perfil adolescente brasileiro classe média. A história gira em torno de uma festa que...

O Menino e o Bumba

Paulo César é louco por ônibus desde os nove anos. Essa obsessão determinou os rumos da sua...

Juventus – Rumo a Tóquio

Uma crônica quase sem palavras sobre um jogo histórico de futebol na vida do Juventus, contado pelas reações de seus...

KinOpoÉTicaS – Torpellino

Neste curta de KinOpoÉTicaS o documentarista colombiano Luis Ospina reflete sobre as mudanças estéticas vividas em seu país nos últimos...

Qual a sua Estação?

Retrata, através de depoimentos e críticas, o cotidiano dos usuários de ônibus. Aborda assuntos como o individualismo, o isolamento das...

Cidade Dual

A segregação espacial entre ricos e pobres por quem vive à margem da...