4843 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 3.5/5 (2 votes cast)

Cantos de Calamboteiros

Terceiro documentário da série “Cantos de Fé, de trabalho e de orgia”, Cantos de Calamboteiros registra os versos de porfia (improvisos que relatam as dores do trabalho compulsório, mas também a celebração do amor e da amizade) entoados pelas ex-camponesas de Ponte Nova, município da Zona da Mata Mineira.
Esses cantos, fundamentais para a identificação e fortalecimento de famílias e de grupos, eram comuns nas lavouras locais até a década de 1970. Quando a monocultura entrou em decadência, as usinas açucareiras de Santa Helena e Ana Florência, principais empregadores da região, foram fechadas, o que causou a migração em massa da zona rural para a periferia da cidade e para a capital mineira, Belo Horizonte.
O foco migratório foi o Bairro de Fátima, reduto de população negra de onde saía o maior contingente de trabalhadores. Conseqüência da ocupação sem planejamento, atualmente, o complexo formado pelos bairros de Fátima e de São Pedro apresenta os maiores índices de violência e requer os principais recursos destinados às populações em situação de risco social.
Inspirado no poema “Toada calamboteira”, escrito por uma das mais importantes poetas ponte novenses, Laene Teixeira Mucci, 80 anos, o documentário Cantos de Calamboteiros recorre à memória do ex-camponês Sílvio Custódio, 74, que, como um griô, conduz a narrativa; sobe o morro, surpreende e convida as mulheres para uma cantoria.

Tema: CULTURA POPULAR

Tags: calamboteira, cana, canavial, canto_popular, zona_da-mata_mineira

Continuação: Parte 1 - Parte 2 - Parte 3

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 25'

Diretor: Délcio Teobaldo

Produtor: Toni Nogueira

Ano: 2008

Fotografia: Toni Nogueira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Caju e Castanha – Som da Rua

Os irmãos Alves da Silva, de Vitória de Santo Antão (PE) começaram a carreira, ainda crianças, cantando junto na Praça...

100% Boliviano, Mano

Choco tem 15 anos, é boliviano e vive em São Paulo, no Bairro do Bom Retiro, desde os 9 anos...

Nascidos no Cárcere

Mariana é mãe de primeira viagem. Queli escreve poemas para declarar a saudade das filhas. A maior preocupação de Mari...

Alfaiate

O documentário retrata de forma subjetiva e lírica a história de quatro Alfaiates de Fortaleza -CE que buscam se manter...

O Poder do Natural

O documentário "O Poder do Natural", mostra como é possível ter uma ótima qualidade de vida através da alimentação saudável...

O homem sem nome

Um peregrino chega à comunidade de Boa Vista, na Paraíba, Brasil, em 1947, sem mala e sem destino, fixa-se no...