3080 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.5/5 (2 votes cast)

A mulher no alto do morro

Inverno em Cruzeiro da Fortaleza, Minas Gerais. Um grupo de crianças se prepara para desbravar o cerrado e fazer uma visita. Histórias e lendas do interior são reveladas por dona Santa Serrana.

Tema: CULTURA POPULAR

Tags: avô, brincadeira, brincadeira_de_criança, brincadeiras,

Programa Relacionado: Vida de CriançaVida de Niño

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 11'17"

Diretor: Cássio Pereira dos Santos

Produtor: Marisa Santos

Ano: 2012

Formato: HD

Som Direto: Camila Machado e Francisco Craesmeyer

Prêmios:
Melhor direção, Mostra de Cinema de Baixo Orçamento de Brasília

Festivais:
Festival de Curtas de SP 2012 Festival de Curtas de Palm Springs 2012 Festival de Cinema de Friburgo, Suiça 2013 Goiânia Mostra Curtas 2012 Festival de Tiradentes 2012 Festival Visões Periféricas 2013 Festival de Filmes Lusófonos de Genebra 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Bar da Estação

Até 1990, o município de Ribeirão Vermelho, Minas Gerais, abrigava um dos maiores complexos ferroviários do estado. Trabalhavam ali cerca de...

25 de dezembro…

O natal de crianças que vivem no início da Via Anhanguera, rodovia que liga a metrópole São Paulo ao norte...

Em Deus

A comunidade indígena Quechua que vive a beira do rio Yasuní na selva Equatoriana vive em um tempo diferente, um...

Maracatu, maracatus

As diferenças culturais entre as várias gerações de integrantes do maracatu rural, ritual afro-indígena que tem suas origens nos engenhos...

Infinito Hermeto

Infinito Hermeto propõe uma viagem musical sobre a vida e obra do multinstrumentista Hermeto Pascoal, permeado por depoimentos de músicos...

Zé Barriga

Artista autodidata, Zé Barriga mora em uma favela de Belo Horizonte há 30 anos. Patrícia, nascida no local, sempre admirou...