4855 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.3/5 (3 votes cast)

Zé Coco do Riachão – Minha viola e eu

Vida e obra do rabequeiro e violeiro mineiro Zé Côco do Riachão.

Tema: CULTURA POPULAR

Tags: zécocodoriachão

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 15'

Diretor: Waldir de Pina

Produtor: Márcio Curi

Ano: 2002

Montagem: Caetano Curi

Fotografia: Waldir de Pina

Trilha: Zé coco do Riachão

Festivais:
34º – Festival de Brasília do Cinema Brasileiro – 2002

14° – Mostra Internacional de Curtas Metragem de São Paulo – 2003

4° – FIC – Festival Internacional de Cinema de Brasília – 2003

10° Vitória Cine Vídeo Festival – 2003

11° Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá – 2004

Participante da Mostra CURTA PETROBRÁS ÀS SEIS no programa “Curta Música” - 2004

Filmografia do Diretor:
- Passageiros de Segunda Classe, 16mm, 18min, 2001
- Santo Antônio do Olho D’Água, 16mm, 12min,2000
- Retrato Primeiro, betacam, 32min,2000
- O Toque do Tempo,betacam, 15min, 1999

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Bar Canto do Noel

As atividades de samba e feijoada realizadas pelo Bar Canto do Noel todos os sábados à tarde, na Travessa Ratclif,...

Matadores de Victoria

A paixão pelo futebol é futebol e muito mais que futebol. São sentimentos e sensações que nascem no quique caprichoso...

A Última Fábrica

Curta em plano-seqüência que registrou uma determinada firma em Belfort Roxo (RJ) em sua totalidade. Antes muito utilizada, hoje, porém,...

Dhaulagiri 1954: Argentinos en Himalaya

El 27 de enero de 1954, los integrantes de la Primera Expedición Argentina a Himalaya, que intentarían hacer cumbre en...

Tragédia do Tamanduá

Filme que deseja reaver um fato histórico de impacto e relevância. Ocorrido no munícipio de Belo Campo, região Sudoeste da...

Seo Manoel Barbeiro – Um curtametragem sobre o tempo e a cidade

Hoje com 85 anos e conhecido como Manoel Barbeiro, o cearense de Crateús, Manoel Soares da Silva, aos 15 anos...