4193 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)

Sangue no chumbo

Abra Pampa, um povoado de Jujuy, esconde um terrível segredo entre suas ruas e no sangue de quase todos os seus habitantes. Durante mais de 30 anos, a fundição de chumbo “Metal Huasi” escoou a fumaça preta e pesada de suas chaminés sobre toda a população.  Mas um dia a indústria deixou de ser rentável e resolveu mudar-se. Para trás deixou o esqueleto moribundo e enferrujado de sua estrutura, montanhas de materiais tóxicos e uma população com 80% de seus habitantes com chumbo no sangue.

Tema: DIREITOS HUMANOS

Tags: ABRAPAMPA, argentina, especial_argentina, especial_meioambiente, jujuy, mineria, política

Programa Relacionado: HumanidadeHumanidad

FICHA TÉCNICA

País: ARGENTINA

Duração: 10'35"

Diretor: MIGUEL PEREIRA

Produtor: PABLO NISENSON

Ano: 2011

Formato: HD

Montagem: PEREIRA Y MANZARA

Som Direto: LEONARDO TREGNAGHI

Fotografia: MANZARA CAVADINI

Prêmios:
LEON DE PLATA, BERLIN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Sucumbíos, Terra sem Mal

Os habitantes desta terra peregrinavam eternamente em busca da "Terra sem Mal", lugar aonde tiveram abundância de alimentos e paz...

À Espera de Uma Decisão

Após um vazamento de petróleo na baía de Paranaguá em 2001, os pescadores do litoral paranaense tentam sobreviver da pesca,...

O pequeno Sergio

O documentário se passa em uma pequena comunidade de Ciudad Bolívar, situada nas montanhas que rodeiam a cidade de...

Patagonia Chilena

A Patagonia no Chile através de sua  gente, seus costumes e sua...

Pedra Bruta

Há lugares onde só a arte parece ser uma alternativa possível. Rodado em Mostar, na Bósnia, este curta mostra o...

Existem

É a Havana de agora, e a loucura parece transitá-la. A sociedade aprende e aceita a demência como uma possibilidade...