4451 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)

Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos

Um registro poético do imaginário popular do Sertão, às 18 horas, quando toca na rádio a Ave Maria Sertaneja, interpretada por Luis Gonzaga.

Tema: ESPIRITUALIDADE

Tags: ave_maria, desierto, , luiz_gonzaga, sertão

Programa Relacionado: RituaisRitos

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 12'

Diretor: Camilo Cavalcante

Produtor: Stella Zimmerman

Ano: 2009

Formato: HD

Montagem: Caio Zatti

Som Direto: Nicollas Hallet

Fotografia: Beto Martins

Trilha: -

Prêmios:
Melhor Filme, Melhor Fotografia e Melhor Som – 42° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; Melhor Filme, Melhor Fotografia e Menção Honrosa Don Quixote (concedido pela Federação Internacional de Cineclubes) – 5º Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual; Melhor Documentário e Melhor Fotografia – FAM 2010 (Festival Audiovisual Mercosul); Melhor Curta-metragem, Melhor Fotografia, Melhor Montagem – Guarnicê de Cine e Vídeo; Melhor Direção e Melhor Montagem – 20º Cine Ceará; Melhor Filme, Melhor Fotografia e Prêmio da Crítica – 1º Cineamazônia

Festivais:
42° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, 5º Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual, FAM 2010 (Festival Audiovisual Mercosul), Guarnicê de Cine e Vídeo, 20º Cine Ceará,1º Cineamazônia, Festival Internacional de Cinema de Huesca, Festival de curtas-metragens de São paulo, Festival de Cinema de Canudos, Festival de Canoa Quebrada, Festival de Cinema Brasileiro de Los Angeles, Festival de Cinema do Uruguay

Filmografia do Diretor:
Camilo Cavalcante nasceu em Recife, no dia 08 de outubro de 1974. É formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco e em 1996, participou de oficina de Roteiro Cinematográfico na Escuela Internacional de Cine y TV de San Antonio de Los Baños, em Cuba.
Realizou os vídeos CÁLICE; HAMBRE HOMBRE; OS DOIS VELHINHOS; LEVIATÃ; MATARÁS; ALMA CEGA; AMORTE e AVE MARIA OU MÃE DOS OPRIMIDOS. Estes vídeos foram captados em diferentes formatos, do VHS ao DIGITAL. Também dirigiu OCASO, curta-metragem em 16mm.
É roteirista e diretor dos curtas em 35mm O VELHO, O MAR E O LAGO; A HISTÓRIA DA ETERNIDADE; RAPSÓDIA PARA UM HOMEM COMUM; O PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS e AVE MARIA OU MÃE DOS SERTANEJOS. Estas obras já receberam mais de 100 prêmios em mostras e festivais de cinema e vídeo no Brasil e no Exterior.
Em parceria com Cláudio Assis, dirigiu o documentário EU VOU DE VOLTA.
Para teatro, dirigiu o monólogo O CÃO SEM PLUMAS, do poema de João Cabral de Melo Neto.
É Diretor Geral da Aurora Cinema, autor do manifesto CINEMACABRADAPESTE e está produzindo seu primeiro longa-metragem: A História da Eternidade.


Comentário do Diretor: É uma obra poética com a participação dos moradores do Sertão de pernambuco em todas as etapas: da construção do roteiro à edição. Isto proporciona uma visão completamente local do Sertão evitando estereótipos. É uma filme do Sertão sobre seu povo, seus costumes e sua fé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Copa em Reflexo

O reflexo da Copa do Mundo em verde amarelo. Olhos focados no gramado refletem algo, mas o que...

Igbadu – Cabaça da Criação

O mito da cabaça - Igbadu - é um elo de ligação da criação arstistica com as raízes africanas e...

Procura-se: (etno)grafando uma antropologia sensível

A partir de entrevistas aparentemente desconexas, o filme intenta no acompanhamento de um escopo do que se forma como a...

O Cariri

A saga carnavalesca do velho Cariri...

Está em seus olhos

Algumas mudanças nos fazem duvidar. Momentos na vida que nos assustam. Momentos que nos fazem recorrer aos nossos familiares mais...

A Dança de São Gonçalo

A Dança de São Gonçalo é uma herança portuguesa que se difundiu por muitas cidades brasileiras, tomando características de cada...