17962 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.9/5 (8 votes cast)

Mbyá Reko Pyguá, a luz das palavras

A sensibilidade do povo Guarani em educar as crianças permanece viva apesar das influências da sociedade contemporânea. Mas os caminhos e esforços dos líderes espirituais e professores indígenas são marcados por dilemas, buscas, encontros e desencontros. Este registro todo gravado em Guarani na Aldeia Yynn Moroti Wherá, em Biguaçu, Santa Catarina, no sul do Brasil, comprova: espiritualidade, simplicidade e verdade são palavras que traduzem “a luz” dos Guarani no seu processo de educação.

Tema: ESPIRITUALIDADE

Tags: educação, educação indígena, educación, especial_educação, especial_indígena, guarani, história oral, indígenas, mbyá, mbyá guarani, santa catarina

Programa Relacionado: Educação na AldeiaEducación en la Aldea

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 18'41"

Diretor: Kátia Klock e Cinthia Creatini da Rocha

Produtor: Cinthia Creatini da Rocha

Ano: 2012

Formato: HD

Montagem: Alessandro Danielli

Som Direto: Nuno Nunes

Fotografia: Marx Vamerlatti

Trilha: Indígenas Mbyá Guarani da Aldeia Yynn Moroti Wherá/SC

Festivais:
- Ciranda de Filmes abril 2014 - São Paulo - 2º FAÇA - Festival Audiovisual Catarinense 2013 - itinerante por quatro cidades de SC out/nov/2013 - Prêmio Melhor Documentário - 10º Festival de Cinema de Maringá 2013 (Maringá/PR), setembro/2013 - X Reunião de Antropologia do Mercosul (Córdoba/AR), julho/2013 - III Cinecipó Festival de CinemaSocioambiental da Serra do Cipó, julho/2013 - Prêmio de Melhor Documentário (Serra do Cipó/MG) - IX Festival Internacional de Cortometrajes de Perú (FENACO), novembro/2012 - 5º Encuentro de Producciones Audiovisuales Comunitarias La Imagen de los Pueblos, Ecuador, outubro/2012 - ATLANTIDOC 6 - Festival Internacional de Cine Documental del Uruguay, dezembro/2012 (Atlantida/UR) - 10º FestCineAmazônia - Festival Latino-americano de Cinema e Vídeo Ambiental, novembro/2012 (Porto Velho/RO) - Mostra de Cinema e Vídeo de Joinville, outubro/2012 (Joinville/SC)

Deixe uma resposta para Lícia Brancher Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Ana Carolina Domingues dos santos Zanella disse:

    Eu gostaria de baixar esse vídeo. Como eu faço???

    No votes yet.
    Please wait...
    • Lícia Brancher disse:

      Olá Ana Carolina,
      favor entrar em contato com a diretora do documentário pelo e-mail katia@contraponto.tv.
      Obrigada pelo contato!
      Att,
      Equipe CurtaDoc

      No votes yet.
      Please wait...
  2. Ana Carolina Domingues dos santos Zanella disse:

    Eu gostaria de baixar esse vídeo. Como eu faço???

    No votes yet.
    Please wait...
  3. Bruna disse:

    Como eu faço pra assistir??? Pede uma senha, que senha é essa ?

    No votes yet.
    Please wait...
    • Lícia Brancher disse:

      Olá Bruna, o problema já foi solucionado. Veja se você já consegue assistir ao documentário!

      No votes yet.
      Please wait...
  4. Sharlene disse:

    Documentário lindo, traz à tona diversas questões relacionadas aos dilemas da cultura contemporânea. Gostaria de saber, onde está disponível pra dowlond, sou professora e trabalhar algo assim, é por demais, relevante.

    No votes yet.
    Please wait...
  5. fabiano disse:

    Emocionante o doc. Muito bem produzido tbm. Um belo registro da educação indígena.

    No votes yet.
    Please wait...
  6. Simone Peña disse:

    Lindo! Para refletir com o povo guarani.Mergulhar e recontar a nossa história é um dos caminhos para educar as gerações futuras.

    No votes yet.
    Please wait...
  7. Natalia disse:

    Lindo” parabens.

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

As Cartas da Plaza de Santo Domingo

Relatos íntimos que conectam histórias particulares a questões universais. Um registro na fronteira entre real e imaginario, sobre os escritores...

Ñanderu, Panorâmica Tupinambá

Resgate poético da memória de nossos antepassados Tupinambá, considerados extintos ainda no século XVI, com depoimento do cacique/pajé da tribo...

Conversando com o Rio

"Quem lhes dirige esta Carta somos nós Vazanteiros, cujo nome vem da nossa agricultura associada aos ciclos de cheia, vazante...

Você tem identidade?

Dois jovens de locais urbanos historicamente opostos falam da construção de suas identidades. Em meio às falas vemos que eles...

Volta da Jiboia

A Volta da Jiboia é uma tradição oral passada de mãe para filha, realizada na cidade de Itacaré/Bahia, onde encontramos...

Figueira do Inferno

Um Registro Etno-botânico da utilização de Daturas e Brugmânsias no nordeste...