1901 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (2 votes cast)

Rio-Uruçumiry

Ponte de resgate da aldeia Tupinambá de Uruçumiry, sede da Confederação dos Tamoios até 1567, quando foi destruída numa operação genocída, comandada por portugueses liderados por Estácio de Sá, com o apoio dos Jesuítas Manuel da Nóbrega e Anchieta, aqui fundando a cidade do Rio de Janeiro, vista sob a ótica contemporânea do Pajé Sapaim Kamayurá.

Tema: ESPIRITUALIDADE

Tags: confederação_dos_tamoios, indígena, indio, índios, jesuítas, rio_uruçumirim

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 16'

Diretor: Sérgio Péo

Produtor: Sérgio Péo

Ano: 2004

Formato: HD

Fotografia: Noilton Nunes

Filmografia do Diretor:
1977 - Rocinha Brasil 77
1979 - Associação dos Moradores do Guararapes
1981 - ABC Brasil
1991 - Ñanderu, Panorâmica Tupinambá
2004 - Rio Uruçumiry
2005 - O Ouro de Serra Pelada
2006 - Olho no Olho
2009 - Monumento à Uruçumirim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Dançando Negro

A Zabelinha e o Enrolador, duas danças tradicionais, foram resgatadas em 2008 pela comunidade remanescente de quilombo Laranjeira, Igrapiúna, Baixo...

Os Japoneses do Vale do Ribeira

O documentário conta a história da colonização japonesa na região do Vale do Ribeira e Sudoeste Paulista, através de depoimentos...

500 Réis

Nas pequenas cidades do interior paulista havia um serviço prestado por menores de idade a todos aqueles que queriam um...

Sexo Virtual – com Contardo Calligaris

A internet mudou tudo. O trabalho, a comunicação, os relacionamentos, e, claro, o sexo.  Mas mudou para melhor ou para...

A jongada das Neves

O Santuário das Neves é um local de fé e peregrinações. Ele foi construído há quase 400 anos por escravos,...

Preparação para o nego fugido

Música e concentração na preparação para o Nêgo...