1772 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (2 votes cast)

Rio-Uruçumiry

Ponte de resgate da aldeia Tupinambá de Uruçumiry, sede da Confederação dos Tamoios até 1567, quando foi destruída numa operação genocída, comandada por portugueses liderados por Estácio de Sá, com o apoio dos Jesuítas Manuel da Nóbrega e Anchieta, aqui fundando a cidade do Rio de Janeiro, vista sob a ótica contemporânea do Pajé Sapaim Kamayurá.

Tema: ESPIRITUALIDADE

Tags: confederação_dos_tamoios, indígena, indio, índios, jesuítas, rio_uruçumirim

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 16'

Diretor: Sérgio Péo

Produtor: Sérgio Péo

Ano: 2004

Formato: HD

Fotografia: Noilton Nunes

Filmografia do Diretor:
1977 - Rocinha Brasil 77
1979 - Associação dos Moradores do Guararapes
1981 - ABC Brasil
1991 - Ñanderu, Panorâmica Tupinambá
2004 - Rio Uruçumiry
2005 - O Ouro de Serra Pelada
2006 - Olho no Olho
2009 - Monumento à Uruçumirim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Meu sorriso negro

Em Sorocaba. a partir da década de 1990. surgiu um expressivo número de artistas negros em diversas modalidades. Esse documentário...

Xukuru Ororubá

\"Estamos estudando o passado, vivendo no presente e propondo um novo futuro!\" A força política dos xukurus se sustenta na força...

Constitución

Constitución, um bairro marginal da cidade de Buenos Aires, é retratado a partir de personagens que dão vida a uma...

Você tem identidade?

Dois jovens de locais urbanos historicamente opostos falam da construção de suas identidades. Em meio às falas vemos que eles...

Hoje tem espetáculo?

Palhaço é sinônimo de felicidade, risadas, brincadeiras e palhaçadas.  Mas o que há por trás da face dele? O filme mostra...

São Paulo, a capital da Bolívia

Nas ruas, nos comércios e nos parques de São Paulo a cada dia é mais frequente o convívio...