8958 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (8 votes cast)

Flaskô, a Fábrica

A Flaskô se diferencia de todas as outras fábricas do país: ela foi ocupada por seus trabalhadores e é gestionada por eles. Quando o antigo patrão quis levá-la a falência, os trabalhadores decidiram comprar a luta e continuaram suas atividades. Eles comentam: “Ocupar uma fábrica é montar um cavalo doido”.

 

 

Tema: INCLUSÃO

Tags: Emiliano Goyeneche, especial_inclusao, fábrica ocupada, Flaskô

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 15'17"

Diretor: Emiliano Goyeneche

Produtor: Lygia Sabbag

Ano: 2013

Formato: HD

Montagem: Emiliano Goyeneche, Clarissa Moser

Som Direto: Kena Chavez, David Nardelli

Fotografia: Emiliano Goyeneche, Clarissa Moser

Trilha: Nana Vasconcelos

Prêmios:
Estreia

Festivais:
Estreia


Comentário do Diretor: Este filme é importante porque mostra que são possíveis outras formas de trabalho, sem exploradores nem explorados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Lara disse:

    Lindo <3

    No votes yet.
    Please wait...
  2. Ana Maria garcia Loureiro disse:

    A Ocupação da Flaskô e sua história de resistencia , é um exemplo. A gente que acompanha essa luta e sabe que esse é o caminho, ficamos orgulhosos pelos companheiros que conduzem essa batalha.

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

A Cultura é Nossa

Este documentário aborda uma fração da atual discussão em torno da reforma dos direitos autorais no Brasil. Através de depoimentos,...

Alma, corazón y vida

En 2001, Argentina entró en una gran crisis, donde muchas fábricas internacionales cerraran. Muchos empleados tomaron estas fábricas para conservar...

Tempestade!

Um curta-metragem inquietante que mescla realidade e ficção. Um paralelo entre o documentário sobre Francisco de Souza, deficiente visual, e...

Rio de Janeiro Cooperativo

O Rio de Janeiro é uma cidade de contrastes, riqueza e pobreza convivendo lado a lado e em conflito. Exemplo...

Fantasmas Urbanos

Uma abordagem sobre os edifícios abandonados na cidade de São Paulo ocupados por pessoas sem teto....

Tarabatara

"Por que é que eu nunca morei definitivamente num setor só? Porque eu me sinto mal. Me sinto mal com...