3444 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 3.5/5 (2 votes cast)

Monumento a Uruçumirim

Manifesto da tribo Pataxó frente ao Monumento a Estácio de Sá, local onde se deu o massacre dos Tamoios em 1567. No mesmo dia, 20 de janeiro, coincidentemente, se comemora a fundação da cidade do Rio de Janeiro.

Tema: IDENTIDADE

Tags: cunhambebe, estácio_de_sá, índios, masacre, massacre, rio_de_enero, rio_de_janeiro, tamoios, uruçumirim

Programa Relacionado: Sentimentos IndígenasSentimientos indígenas

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 4'43"

Diretor: Sérgio Péo

Produtor: Sérgio Péo

Ano: 2009

Formato: HD

Montagem: Mauricio Antoun

Fotografia: Renato Laclete

Filmografia do Diretor:
1977 - Rocinha Brasil 77
1979 - Associação dos Moradores de Guararapes
1981 - ABC Brasil
1991 - Ñanderu Panorâmica Tupinambá
2004 - Rio-Uruçumiry
2005 - O Ouro de Serra Pelada
2006 - Olho no Olho
2009 - Monumento a Uruçumirim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

Antonio Cristaldo

Historias de inmigrantes que no sólo cambiaron de país, sino también de lengua: ¿cómo recibe una comunidad a una persona...

As Cores da Terra do Sol: Diversidade Sexual em Heliópolis

Retratar e discutir o espaço que a diversidade sexual encontra no que é considerada a segunda maior favela de São...

DNA rubro-anil

George Joaquim Ferreira tem uma singela paixão: o Bonsucesso Futebol Clube, modesto time do subúrbio do Rio de Janeiro. É...

Califa 33

"Repórter policial que retirava a notícia do esgoto. Às vezes a embelezava, às vezes a contava nua e cruamente" Ali...

Cerveja Falada

Uma viagem no tempo com Rupprecht Loeffler, um senhor que viveu 93 anos apaixonado por sua profissão de mestre cervejeiro....

Relíquias de um Terno de Reis

Música e memória são relíquias, ligam experiências sensíveis, unem pessoas. De porta em porta, de casa em casa, nos caminhos...