3604 visionados
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.6/5 (9 votes cast)

La Inventariante

La inventariante escoge y exhibe doce objetos de uso cotidiano de su abuela Ana para hacer una solicitud de inventario.

Tema: ARTES

Tags: arte, avô, biografia, memória

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 7'04"'

Diretor: Patricia Francisco

Produtor: Patricia Francisco

Ano: 2010

Formato: HD

Montagem: Patricia Francisco

Fotografia: Jaqueline Restrepo

Trilha: Frederic Chopin

Prêmios:
FIVA - Festival Internacional de Vídeo Arte. Buenos Aires, 2012.

Festivais:
1) VIDEOAKT 03 - Bienal de Internacional de Vídeo Arte, Barcelona, ES (2013); 2) Festival Internacional de Videoarte en el MAC Santa Fe, Santa Fe, AR (2013) 3) Festival “Video Raymi”, Cuzco, Perú (2012); 4) Festival de Cinema de Artista - IAC CINE, Recife, BR (2012); 5) Festival Internacional de Videoarte – FIVA, Buenos Aires, AR, (2012); 6) Bienal de la Imagen en Movimiento – BIM, Buenos Aires, AR, (2012); 7) Festival CurtaCom Audiovisual, São Paulo, BR, (2012); 8) Experiments in Cinema v7.9, Albuquerque, New Mexico, USA, (2012); 9) KLEX 2011- KL Experimental Film & Vídeo Festival, Kuala Lumpur- Malasya, (2011); 10) 10th Concorto Film Festival 2011- Esplora-Esperimental Films, Pontenure/PC, Italy, (2011). 11) UNIOESTE- 7a Mostra Internacional de Curtas-Metragens, Toledo-PR, Brasil, (2011); 12) 22o Festival Internacional de Curta-Metragem de São Paulo-Curta Kinoforum, São Paulo/SP, Brasil, (2011); 13) Entretodos 4 - Festival de curtas-metragens de Direitos Humanos, São Paulo/SP, Brasil, (2011). 14) 2o Festival Tela Digital, TV Brasil, Kinoforum, São Paulo, SP, Brasil,(2011); 15) 3o Festival do Júri Poular, Rio de Janeiro/RJ, Brasil, (2011); 16) 10a Mostra do Filme Livre, Rio de Janeiro-RJ e São Paulo-SP, Brasil, (2011); 17) VIDET 2011-7th Festival Video i Art, Barcelona/Spain; 18) 7o Festival Imagem Movimento, Macapá-AM, Brasil, (2010);


Comentário do Diretor: A Inventariante, de 2010 é uma animação feita com aproximadamente 500 fotografias no qual a personagem inventaria objetos comuns de sua avó Ana. A primeira parte tem toda uma conotação etérea, como se fosse um sonho, porque o personagem é um personagem de memória. Cada objeto é mostrado num enquadramento que o pontecializa, o objeto fica enorme, preenche todo o quadro em algumas vezes. Toda essa primeira parte tem uma composição de Frederic Chopin, Balada número 2 em Fá Maior Opus 38, enquanto a personagem verifica os objetos que entrarão no inventário. Na segunda parte do filme, temos o próprio pedido de abertura do inventário, onde consta o pedido em linguagem jurídica, como e quase idêntico a um documento desse tipo. E tem uma metáfora com o Marcel Proust, com a ideia da memória involuntária que ele criou usado em sua obra "Em Busca do Tempo Perdido". Curta premiado no Festival de Vídeo Arte – FIVA 2012 em Buenos Aires.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

    Este corto aún no ha sido comentado. ¡Sé el primero!

CURTAS RELACIONADOS

Marina

Una mujer colombiana vive como refugiada en el Ecuador. Enfrentada a los problemas de salud, a la soledad...

Cinema Novo

Corto de Luiz Rosemberg Filho con testimonios de Mário Carneiro y Sergio Santeiro. "Antes de cada paso con la técnica,...

Páginas Vazias

Ambientado no sertão baiano, logo após a Guerra de Canudos (1896- 1897). Inspirada na poesia: "Paginas Vazias" escrita em...

(Português) Mambembe pelos caminhos da Arte

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en

Cacique Luna, Guerreiros dos Caboclinhos

A sabedoria, espiritualidade e devoção à cultura dos caboclinhos de Manoel Luiz de Luna (Cacique Luna), personagem que é uma...

The FreakingFuckingSitarPlayer

...