13204 visionados
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.1/5 (15 votes cast)

Embu – Tierra de las Artes

¿HAY ALGUIEN AHÍ? Es la pregunta que no silencia en la voz de la población de Embu de las Artes, provincia de São Paulo, exigiendo respecto con su patrimonio artístico y ambiental. Con un histórico de luchas ambientales, la ciudad, que es parte de la "Reserva da Biosfera do Cinturão Verde" de São Paulo y lleva reconocida vocación artística desde su fundación en 1554, enfrenta a una batalla: permitiendo industrias y logistica en toda la extensión de la ZIA - Zona de Interés Ambiental, región que alberga importantes remanentes forestales y manantiales, con destaque a los ríos Embu Mirim y Cotia, el nuevo Plan Director pone en riesgo no sólo las últimas áreas verdes de la ciudad, como también la supervivencia del arte en la región.

Tema: ARTES

Tags: artesanato, artesanía, Crise Hidrica, Embu das Artes, ZIA

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 70'43"

Diretor: Maria de Fátima Seehagen

Produtor: Maria de Fátima Seehagen

Ano: 2012

Formato: HD

Montagem: Maria de Fátima Seehagen

Som Direto: Maria de Fátima Seehagen

Fotografia: Maria de Fátima Seehagen

Trilha: Eduardo Agni e Renato Gonda

Festivais:
II Cinecipó - Festival de Cinema Socioambiental da Serra do Cipó 36ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo


Comentário do Diretor: O documentário pretende reafirmar a vocação da cidade de Embu das Artes - SP, estância turística de grande valor artístico, em contraposição com uma sequência de intervenções político/administrativas que comprometem não apenas esta vocação da cidade, como áreas de proteção ambiental, os mananciais dos sistemas Alto Cotia e Guarapiranga e, consequentemente, o abastecimento de água para 6,6 milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo.

Responder a Dora Cancelar la respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

  1. Fernando dice:

    Olá bom dia, o não está mais disponível?

    No votes yet.
    Please wait...
    • Lícia Brancher dice:

      Oi Fernando, o link foi atualizado! Agora você pode assistir. Obrigada pelo contato!
      abraços,
      Equipe CurtaDoc

      No votes yet.
      Please wait...
  2. Fernando dice:

    Olá bom dia, o não está mais disponível?

    No votes yet.
    Please wait...
    • Lícia Brancher dice:

      Oi Fernando, o link foi atualizado! Agora você pode assistir. Obrigada pelo contato!
      abraços,
      Equipe CurtaDoc

      No votes yet.
      Please wait...
  3. Marcia Lobo dice:

    O filme sumiu de novo? Onde foi parar?

    No votes yet.
    Please wait...
    • Lícia Brancher dice:

      Olá Marcia, obrigada pelo aviso. O link foi atualizado, agora você poderá assistir.
      abraços,
      Equipe CurtaDoc

      No votes yet.
      Please wait...
  4. Rafaela Koester dice:

    O video não está mais disponivel?

    No votes yet.
    Please wait...
  5. Patricia Cecilia Gonzalez dice:

    Onde está o filme? Como posso ver?

    No votes yet.
    Please wait...
    • Lícia Brancher dice:

      Olá Patricia! Já arrumamos o link e o filme está disponível, obrigada por avisar!

      No votes yet.
      Please wait...
  6. Dora dice:

    O filme é lindo e ainda atual. Não conheço todas as pessoas mas gostaria de tê-las visto nas audiências públicas e nas reuniões dos conselhos que aprovam os absurdos desmatamentos da cidade. Com exceção do Paulo Nobre, do Juninho, do Renato Gonda e do Rodolfo Almeida não vi estes artistas protestando junto conosco ” cidadãos comuns”. Falta participação para atingir o objetivo.

    No votes yet.
    Please wait...
  7. Fátima Seehagen dice:

    Olá pessoal! Visitem o projeto do meu novo longa metragem:
    http://eudoraofilme.blogspot.com.br/
    Espero vocês!

    No votes yet.
    Please wait...
  8. Ildefonso Reis Samelo dice:

    Excelente filme, apesar de já esta a viver em Portugal há alguns anos,voltei ao “meu” Embú da década de 60/70. Já agora, um forte abraço ao meu amigo Zé Figueiredo

    No votes yet.
    Please wait...
  9. Ildefonso Reis Samelo dice:

    Excelente este filme, apesar de agora estar a morar em Portugal, voltei “ao meu” Embú da década de 60/70. Já agora mando um forte abraço ao meu amigo Zé Figueiredo.

    No votes yet.
    Please wait...
    • Maria de Fátima Seehagen dice:

      Ildefonso, boa tarde. Super feliz com o seu comentário – obrigada! Vamos continuar unidos em sentimento na construção de um mundo melhor!
      Quando puder, visite também nossa mais recente produção:
      http://eutambemvimdela.blogspot.com.br/
      Grande abraço.

      No votes yet.
      Please wait...
  10. FATIMA GARCIA dice:

    Que lindo resgate cheio de história e de belas pequenas histórias.

    No votes yet.
    Please wait...
    • Maria de Fátima Seehagen dice:

      Obrigada, Fátima! Nos dói muito o coração ver a Arte de Embu ter que cavar espaços por entre tantos galpões de uma logística impossível. Lutem, meus amores e contem com o que eu puder ajudar.

      No votes yet.
      Please wait...
  11. Phiippe Giacobini dice:

    Moro em embu das Artes desde 1977 onde instalei minha clinica veterinari,para poder contribuir no bem estar dos nossos animais domesticos e da nossa fauna, assim afirmo ter assistido um video esxcelente que mostra bem o caminho que o povo quer seguir, e não a vontade de poucos!!!1

    No votes yet.
    Please wait...
    • Fátima Seehagen dice:

      Olá Philippe Giacobini. Que bom que gostou. Tenho acompanhado e visto que o problema em Embu das Artes continua – É de máxima importância estar atento à proteção aos mananciais.

      No votes yet.
      Please wait...
  12. Ednardo Martins dice:

    Ótimo documentário, que demonstra em depoimentos de ambientalistas natos, a preocupação pelo futuro de nossa cidade e esse futuro não deverá ser muito promissor, diante da devastação ambiental que a nossa cidade sofre diariamente em todo seu entorno. Por onde andamos se percebe a mudança radical de uma cidade verde sendo transformada em uma cidade cinzenta, “alfáltica”, que poderá perder totalmente sua identidade de cidade turística e estância ambiental….o ar que respiramos hoje não é bom para nossa saúde…semáforos, congestionamentos em nossa cidade não é progresso e desenvolvimento mas sim, poluição ambiental. Embu não merece isso…temos que nos unir e estancar esse mal desnecessário para Embu, terra das Artes..

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

Lisboa

Adriana Lisboa es un personaje de los más importantes en una nueva generación de escritores brasileños. Nacida en la cuidad...

Tem Que Ter Swing – 5 Anos da Batalha do Santa Cruz

A tradicional batalha de rimas de improviso que acontece há seis anos na saída da estação Santa Cruz do metrô...

Ultima fotografía

Un fotógrafo, doce niñitos y un solo...

6 de Outubro

O desastre ecológico que matou mais de 50 toneladas de peixes no Rio dos Sinos (RS) em outubro de...

Vida Laborada

El documental aborda el contexto de la extracción de madera de araucaria en el altiplano serrano catarinense, y como esa...

El Encierro

Realidades diferentes se entrelazan en esta ciudad. Pocas calles de acceso a muchos lugares. El destino previsto dicta la duración...