2749 visionados
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (6 votes cast)

Meu sorriso negro

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Português.

Tema: ARTES

Tags: artistas negros, cultura afrodescendente, negritude

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 20'00"

Diretor: Carlos Carvalho Cavalheiro

Produtor: Roberto Ramos

Ano: 2015

Formato: DVCAM


Comentário do Diretor: Em Sorocaba. a partir da década de 1990. surgiu um expressivo número de artistas negros em diversas modalidades. Esse documentário de Carlos Carvalho Cavalheiro procura registrar a história de alguns desses artistas

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

  1. Pedro henrique da silva dice:

    No video da pra entender que o sorriso do negro e lindo e temos sempre ter respeito pelas diferenças dos brancos e dos negros.Respeitar não e um dever e um direito.

  2. Junin dice:

    A prof mando fazer oq eu intendi mas eu não entendi nd. Putz

  3. Marilda Corrêa dice:

    “Parabéns Carlos pelo trabalho. Maravilhoso depoimento dos nossos jovens negros “Que fazem a diferença em Cidade.

  4. Antônia Maciel dice:

    O sorriso para mim é expressão da alma, que não tem cor, simplesmente é um com o todo.

CURTAS RELACIONADOS

Los Japoneses del Valle del Ribeira

El documental conta la história de la colonización japonesa en la región del Valle del Ribeira y Sudoeste Paulista, a...

Galería

El teatro es más loco que el crack. Experiencia de un grupo de teatro que actua en unidades...

De volta ao quarto 666

Qual o futuro do cinema? Em 1982, em Cannes, Wim Wenders convidou diversos cineastas a responderem esta pergunta. 26 anos...

Encantos da Índia

É o perfil de um dos mais belos monumentos da arquitetura mundial. Contruído no século 16 em Agra, a antiga...

Ofrenda

7 velas blancas, 7 velas azules, champagne, 7 rosas blancas, 7 fitas azules ( 1 metro cada una) 7 fitas...

(Português) Mulheres da Terra

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en