3547 visionados
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.0/5 (2 votes cast)

arRUAceirøs, uma outra visão de cidade

Retrata diferentes movimentos de ocupação civil do espaço público em São Paulo, partindo de múltiplos olhares, múltiplas vontades. A narrativa é composta por personagens que se apropriam da rua com intuito de ressignificá-la. Desde ciclistas que reivindicam compartilhamento das vias com os veículos motorizados, até coletivos e indivíduos que têm pipocado na cidade e se propõem a ocupar espaços de forma lúdica e a pensar a rua como um local de encontros, de uso e de construção coletiva.

Tema: COTIDIANO

Tags: cidad, cidade, ciu, ciudad, espaço público, ocupação, rua

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 20'

Diretor: Estevão Bittencourt e Priscilla Cavalieri

Produtor: Estevão Bittencourt e Priscilla Cavalieri

Ano: 2011


Comentário do Diretor: Esse doc nada mais é do que a aposta em uma mudança de paradigma na forma como os paulistanos se relacionam com a cidade, um manifesto de que existe vontade e disputa pelas ruas e também caminhos para que a cidade seja para as pessoas.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

  1. Fernanda dice:

    lindo, fiquei emocionada!

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

Radix

Radix é um trabalho de conclusão para o curso de Comunicação Social da FUNEDI/UEMG. Quatro alunos em busca da radicalidade...

Estudio para el viento

Es fin de tarde cuando el viento...

Copacabana

Um mix de sonhos, desejos e muita esperança dos desconhecidos que se juntam nas areias de Copacabana esperando um novo...

S3TART – HUDSON MELO 4 |∞

Trasladar desde el muro hacia la pantalla la verdad y fuerza que tiene el artista urbano brasilero, con una mirada...

SAMPA GRAFFITI | Jhoao Henr

SAMPA GRAFFITI é uma série de vídeos que enfoca o trabalho de grafiteiros que atuam na cidade de São Paulo...

O Dia da Neve

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en