5938 visionados
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.3/5 (3 votes cast)

Eu tenho a palavra

“Eu tenho a palavra”é uma viagem linguística em busca das origens africanas da cultura brasileira.

O antigo reino do Congo foi a origem da maioria dos africanos escravizados no Brasil que, no cativeiro, criaram diversos dialetos para que pudessem se comunicar livremente.

A “língua do negro da Costa” é um desses dialetos, ainda preservado no bairro da Tabatinga, em Bom Despacho, MG. O idioma é composto por um português rural do Brasil-Colônia e línguas do grupo Banto, com predomínio do mbundo, falado até hoje em Angola.

Dois personagens - um falante da “língua do negro da Costa” e outro falante de mbundo - nos guiam nessa viagem transoceânica de reconhecimento.

Tema: CULTURA POPULAR

Tags: afro-brasileiro, angola, língua, língua_africana, minas_gerais, umbundo

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 26'

Diretor: Lilian Solá Santiago

Produtor: Lilian Solá Santiago

Ano: 2010

Montagem: Leandro Goddinho

Som Direto: Valnei Nunes

Fotografia: Valnei Nunes

Trilha: Fernando Alabê

Festivais:
27th Vues d'Afrique (Canadá 2011)

Filmografia do Diretor:
Vídeo Documentário Roda o Tererê (26’) (HDCam) (2009) – Ministério da Cultura / 18ª Superintendência do IPHAN / MS

Filme curta-metragem doc-ficção Graffiti (11’) (35 mm) (2008) - Prêmio Estímulo 2007.

Vídeo Documentário Uma Cidade chamada Tiradentes (26´) (DV Cam) (2007) - Projeto História dos Bairros de São Paulo

Vídeo Documentário Balé de Pé no Chão – a dança afro de Mercedes Baptista, com Marianna Monteiro (52\') (DV Cam) (2005) – Prêmio Manuel Diegues Júnior (IPHAN) – 11ª Mostra Internacional do Filme Etnográfico (2006)

Filme Documentário Família Alcântara, com Daniel Santiago (56’) (35 mm) (2005)


Comentário do Diretor: Com este projeto tive a felicidade de ser a primeira colocada no Etnodoc 2010. É mais um passo na minha pesquisa pessoal, traduzida em projetos audiovisuais sobre a cultura afro-brasileira, iniciada em 2005 com "Família Alcântara".

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

    Este corto aún no ha sido comentado. ¡Sé el primero!

CURTAS RELACIONADOS

Piedra Bruta

Hay lugares dónde solo el arte parece ser una alternativa posible. Rodado en Mostar, en la Bósnia, este corto mostra...

Possessom

Documental que busca traer diferentes opiniones sobre el tema música y sus...

Juegos de nuestros abuelos

A través de una investigación con las personas mayores, educadores y estudiantes, junto con las escuelas de la ciudad de...

Janela do Madeira

Algumas pessoas olham a vida passar. Outras passam pela vida sem ver. O cotidiano de Nova Olinda do Norte: A...

Bien en mi piel

Documental sobre un grupo de estudiantes de teatro de la Escuela Técnica Provincial de Teatro Martins Pena. La Escuela es...

Amor, la razón

Sentimiento que no sabemos de dónde viene, hacia dónde va y hacia donde nos llevará,...