9903 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.1/5 (15 votes cast)

Embu – Terra das Artes

TEM GENTE AÍ? É a pergunta que não cala na voz da população de Embu das Artes - SP, cobrando respeito ao seu patrimônio artístico e ambiental. Com um histórico de lutas ambientais o município de Embu das Artes, parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, de reconhecida vocação artística desde a sua criação em 1554, enfrenta mais uma batalha: ao permitir indústrias e logística em toda a extensão da ZIA - Zona de Interesse Ambiental - região que abriga importantes remanescentes florestais e mananciais, destacando-se os rios Embu Mirim e Cotia, o novo Plano Diretor compromete não apenas as últimas áreas verdes do município, como a sobrevivência do núcleo de arte na região.

Tema: ARTES

Tags: artesanato, artesanía, Crise Hidrica, Embu das Artes, ZIA

FICHA TÉCNICA

País: Brasil

Duração: 70'43"

Diretor: Maria de Fátima Seehagen

Produtor: Maria de Fátima Seehagen

Ano: 2012

Formato: HD

Montagem: Maria de Fátima Seehagen

Som Direto: Maria de Fátima Seehagen

Fotografia: Maria de Fátima Seehagen

Trilha: Eduardo Agni e Renato Gonda

Festivais:
II Cinecipó - Festival de Cinema Socioambiental da Serra do Cipó 36ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo


Comentário do Diretor: O documentário pretende reafirmar a vocação da cidade de Embu das Artes - SP, estância turística de grande valor artístico, em contraposição com uma sequência de intervenções político/administrativas que comprometem não apenas esta vocação da cidade, como áreas de proteção ambiental, os mananciais dos sistemas Alto Cotia e Guarapiranga e, consequentemente, o abastecimento de água para 6,6 milhões de pessoas na região metropolitana de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Patricia Cecilia Gonzalez disse:

    Onde está o filme? Como posso ver?

  2. Patricia Cecilia Gonzalez disse:

    Onde está o filme? Como posso ver?

  3. Dora disse:

    O filme é lindo e ainda atual. Não conheço todas as pessoas mas gostaria de tê-las visto nas audiências públicas e nas reuniões dos conselhos que aprovam os absurdos desmatamentos da cidade. Com exceção do Paulo Nobre, do Juninho, do Renato Gonda e do Rodolfo Almeida não vi estes artistas protestando junto conosco ” cidadãos comuns”. Falta participação para atingir o objetivo.

  4. Fátima Seehagen disse:

    Olá pessoal! Visitem o projeto do meu novo longa metragem:
    http://eudoraofilme.blogspot.com.br/
    Espero vocês!

  5. Ildefonso Reis Samelo disse:

    Excelente filme, apesar de já esta a viver em Portugal há alguns anos,voltei ao “meu” Embú da década de 60/70. Já agora, um forte abraço ao meu amigo Zé Figueiredo

  6. Ildefonso Reis Samelo disse:

    Excelente este filme, apesar de agora estar a morar em Portugal, voltei “ao meu” Embú da década de 60/70. Já agora mando um forte abraço ao meu amigo Zé Figueiredo.

  7. FATIMA GARCIA disse:

    Que lindo resgate cheio de história e de belas pequenas histórias.

  8. Phiippe Giacobini disse:

    Moro em embu das Artes desde 1977 onde instalei minha clinica veterinari,para poder contribuir no bem estar dos nossos animais domesticos e da nossa fauna, assim afirmo ter assistido um video esxcelente que mostra bem o caminho que o povo quer seguir, e não a vontade de poucos!!!1

  9. Ednardo Martins disse:

    Ótimo documentário, que demonstra em depoimentos de ambientalistas natos, a preocupação pelo futuro de nossa cidade e esse futuro não deverá ser muito promissor, diante da devastação ambiental que a nossa cidade sofre diariamente em todo seu entorno. Por onde andamos se percebe a mudança radical de uma cidade verde sendo transformada em uma cidade cinzenta, “alfáltica”, que poderá perder totalmente sua identidade de cidade turística e estância ambiental….o ar que respiramos hoje não é bom para nossa saúde…semáforos, congestionamentos em nossa cidade não é progresso e desenvolvimento mas sim, poluição ambiental. Embu não merece isso…temos que nos unir e estancar esse mal desnecessário para Embu, terra das Artes..

CURTAS RELACIONADOS

Um metro e meio de distância

Goiânia, janeiro de 2011. Ciclistas pedalam pela cidade em meio aos carros, contam suas histórias e pedalam em busca do...

O Aglomerado da Serra que Belo Horizonte Esqueceu

Brasil, Belo Horizonte, Aglomerado da Serra. 2 maior conjunto de favelas da América Latina. 80 mil pessoas subindo e descendo...

O Gigante do Papelão

O documentário conta a história da arte do artista plástico Sergio Cezar e seu poder de transformação. Sergio,...

Circular Periférico

Um olhar atento para a produção cultural e iniciativas de sociabilização na periferia de São Paulo, onde grupos de artistas...

O Som da Caixa Preta

Apesar da avançada idade Seu Joca se recusa a esperar a morte jogando dama em um banco de praça. Passa...

Rouge

Ao encontrar um lago, uma jovem, fragmenta-se e cai num limbo atemporal de fortes sensações. Ao se perder, se reecontra...