5395 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 5.0/5 (1 vote cast)

Para o outro lado da cordilheira

Valentina Rivera e Pablo Mardones são chilenos que estudam em Buenos Aires há alguns anos. Durante 2011, as manifestações dos estudantes chilenos os surpreenderam na Argentina, onde viveram um processo de reflexão sobre a sua condição de imigrantes e as razões para viver fora do Chile. Com outros estudantes chilenos se autodenominaram exilados pela educação, organizando-se em assembleias para denunciar a situação que vivem e se solidarizar com o movimento estudantil chileno. 
Este documentário aborda as consequências sociais que gera o funcionamento do sistema educacional chileno, que obrigou mais de 5.000 jovens a migrarem para o outro lado da cordilheira. 

Tema: COMPORTAMENTO

Tags: argentina, Chile, educação_Chile, educación, especial_argentina, estudantes_chilenos, exílio, movimiento_estudantil, neoliberal

Programa Relacionado: Longe de casaLejos de casa

FICHA TÉCNICA

País: Chile - Argentina

Duração: 20'

Diretor: Rodrigo Salinas

Produtor: Pía Argagnon, Nayeli Palomo

Ano: 2013

Formato: HD

Montagem: Rodrigo Salinas

Som Direto: Claudio Parra

Fotografia: Rodrigo Salinas

Trilha: Raúl Peña


Comentário do Diretor: Al otro lado de la cordillera es en principio un largometraje documental, aunque para efectos de esta convocatoria hemos decidido realizar una versión más corta, pero que de cuenta de la problemática que viven hoy los estudiantes chilenos en Argentina. En Chile solo un 18.37% de la población ha cursado estudios de nivel superior, ya sea en instituciones públicas o privadas. En ambos casos, la obtención de títulos superiores está asociada al pago de altos aranceles que deben ser asumidos por los estudiantes y sus familias, obligando al endeudamiento de las familias, situación que ubica a Chile como el país con la educación más inequitativa y más cara del mundo. En Argentina, la educación pública está garantizada por el Estado, esto permite que las instituciones educacionales trasandinas reciban anualmente a miles de estudiantes chilenos. Frente a las movilizaciones estudiantiles en Chile durante el año 2011, los estudiantes chilenos que se encuentran en la Argentina deciden organizarse para denunciar la situación que viven y solidarizar con el movimiento estudiantil chileno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    Este curta ainda não foi comentado. Seja o primeiro!

CURTAS RELACIONADOS

O Orgulho da Maré

Léo é morador da Maré. Após anos de luta, ele vê alguns de seus sonhos de infância se realizarem, como...

PASSEIO videoarte.DOC

PASSEIO é um vídeo que faz uso da estética pop do videoclip irônico sobre a acessibilidade arquitetônica nas ruas de...

Juventus – Rumo a Tóquio

Uma crônica quase sem palavras sobre um jogo histórico de futebol na vida do Juventus, contado pelas reações de seus...

PS. Glauber, te vejo em Cuiabá

Por ocasião da Mostra Tempo Glauber, realizada em várias capitais brasileiras pelo SESC em 1986, dois artistas populares saem às...

Fuso

O título sugere a busca de um sufixo para difuso e confuso, além de remeter a fuzo, de fuzarca, fuzoê....

Matéria Prima

São Paulo, cidade de oportunidades e desafios. Nesta metrópole onde se concentra o maior PIB brasileiro, uma categoria de trabalhadores...