3851 visualizações
VN:F [1.9.22_1171]
Rating: 4.3/5 (6 votes cast)

Colina verde e as plantas sagradas

Um paseio pela selva peruana onde conheceremos Javier e Cruzildo Fasabi. Eles nos convidam a descobrir a medicina, histórias e canções que vivem na Colina Verde, num belo encontro com a terra e seus mistérios ancestrais.

Tema: ESPIRITUALIDADE

Tags: ayahuasca, medicina alternativa, natureza, povos indígenas, pueblos indígenas, salud, saúde, selva

FICHA TÉCNICA

País: chile

Duração: 16'33"

Diretor: Pedro Larredonda

Produtor: Pedro Larredonda

Ano: 2013

Formato: HDV

Montagem: Pedro Larredonda

Som Direto: Pedro Larredonda

Fotografia: Pedro Larredonda

Trilha: Cruzildo Fasabi


Comentário do Diretor: En un viaje que realice por la selva peruana me encontré con Cruzildo Fasabi, el muy generosamente me invito a conocer su vida y relación con las plantas del lugar, entre canciones y conversaciones me introduje a la magia y misterio de la selva y sus espíritus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Bárbara Esmenia disse:

    Gostei bastante. Que vivam nossas sabedorias ancestrais!

    No votes yet.
    Please wait...

CURTAS RELACIONADOS

Sentinela

A passagem para morte narrada por personagens reais e capturada por diferentes texturas...

Mohamed

Sob a direção da irmã de Mohamed, esta história é uma declaração de amor. Enquanto ele luta para realizar seus...

O Apóstolo do Sertão

“O Apóstolo do Sertão” registra, através de depoimentos de familiares, ex-funcionários e populares que conviveram com o Dr. Ferreira, como...

Lavagem do Bonfim da Bahia a Nova York

Acredita-se que a Lavagem teve origem nos tempos em que os escravos eram obrigados a lavarem as escadarias da Igreja...

O reENCONTRO

Três rapazes ex-usuários de drogas que se trataram sem uso de medicamentos e voltaram a andar de cabeça erguida perante...

Conversando com o Rio

"Quem lhes dirige esta Carta somos nós Vazanteiros, cujo nome vem da nossa agricultura associada aos ciclos de cheia, vazante...